sexta-feira, 2 de abril de 2010

Morre o menino Diego Frazão, violinista do AfroReggae

O menino de 12 anos que emocionou o País ao chorar tocando violino durante enterro do coordenador do grupo AfroReggae, assassinado ano passado, sofria de leucemia e apendicite. Artista mirim teve duas paradas cardíacas

Rio - A Orquestra de Violinos do AfroReggae ontem silenciou. Morreu de parada cardiorrespiratória Diego Frazão Torquato, 12 anos, o menino que emocionou o País ao chorar tocando seu violino durante enterro do coordenador do AfroReggae, Evandro João da Silva, morto num assalto ano passado. O garoto tinha leucemia aguda e há uma semana estava internado no Hospital de Saracuruna, em Duque de Caxias. A doença foi diagnosticada quarta-feira, mas sexta-feira Diego deu entrada em um outro hospital de Caxias onde foi descoberta apendicite. Ele foi operado, mas não resistiu.

Desde então, seu quadro se agravou e Diego passou a lutar pela vida. O menino teve duas paradas cardíacas e morreu ontem, no início da noite. “Nosso anjinho voltou pro céu”, publicou em seu Twitter José Júnior, coordenador executivo do AfroReggae.

Todas as apresentações da orquestra foram canceladas desde que Diego, ou Azul, como era conhecido em Parada de Lucas, adoeceu. Ele foi um dos primeiros integrantes da escola de cordas que hoje reúne 100 alunos. “A gente ainda está se recuperando da dor da perda do Evandro e agora estamos sentindo essa mesma dor em tão pouco tempo”, desabafou a coordenadora do núcleo do AfroReggae de Parada de Lucas, Cirléia Menezes.

Irmã de Diego, Priscila Frazão Torquato, 14, chorou ao lembrar do irmão. “A gente dormia junto. Está muito difícil sem ele. Sempre que todo mundo da orquestra está reunido me lembro dele”, disse a menina, que foi quem levou Diego para o AfroReggae. “Quando ele adoeceu, pensei em largar tudo. Mas não vou fazer isso até porque ele gostava. Quero fazer tudo o que agradava a ele”, contou a menina. Ontem o grupo se reuniu no núcleo de Lucas e homenageou Diego tocando a música preferida dele: ‘Stand By Me’ (Fique Comigo), de John Lennon.

Até ontem, a mãe do menino não sabia da gravidade da doença do filho. Ela está em tratamento contra um câncer no cérebro. Muito abalado, o pai de Diego, Telmo Torquato, não quis falar sobre a morte do filho, que aos 4 anos teve meningite. “O céu ganha o brilho de uma nova estrela. Nosso anjinho voltou para lá e agora levará os acordes do seu violino por outras esferas. Mas seu sorriso, seus atos, sua bravura, tenacidade, força e docilidade ficarão pra sempre entre nós”, diz o texto na página do AfroReggae sobre de Diego.

2 comentários:

Extremamente lamentável a partida desse menino, uma grande perda para todos...

Postar um comentário

assine o feed

siga no Twitter

Postagens

acompanhe

Comentários

comente também

Widget Códigos Blog modificado por Dicas Blogger

SEGUIDORES

 
Licença Creative Commons
This work by Alexandre A. Silva is licensed under a Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 Unported License.
Permissions beyond the scope of this license may be available at http://naclave.wordpress.com/.