sábado, 22 de maio de 2010

Instrumentos - BALALAICA

A balalaika (em Idioma russo|russo]]: балалa´йка) é um instrumento musical russo de sensata da família do laúd. Tem um corpo triangular, quase plano, com uma pequena boca de resonancia cerca do vértice superior da tampa, um mastro longo e estreito e três sensatas de metal ou tripa que costumam pulsar com os dedos (algumas vezes se utiliza um plectro de pele para as sensatas metálicas).
Constrói-se em seis tamanhos, desde o piccolo ao contrabajo, e desenvolveu-se no século XVIII a partir da parecida domra ou dombra da Ásia central e Sibéria. Dois das sensatas da balalaica se afinan ao unísono e a terça a uma distância de quarta; por exemplo, a balalaica mais importante, a soprano ou prima, se afina em minha4, minha4 e a4.
Tamanhos
  • Piccolo
  • Primeiro
  • Segundo
  • Contralto
  • Baixo
  • Contrabajo

História

Fracassos em balalaicas anteriores foram feitos de tripa animal e atados ao pescoço de maneira que pudessem ser ajustadas pelo músico a vontade.

Teorias sobre a origem da balalaica:

1- Uma crença popular é que os três lados e sequências da balalaica representam a Santa Trinidad. Historicamente na Rússia tocar a balalaica tem estado proibido em várias ocasiões, devido a seu uso pelos skomorokhi (bufões), que resultavam altamente irritantes para a igreja e o Estado. Os instrumentos musicais não se permitem na liturgia ortodoxa russa.
2- Uma razão mais provável da forma triangular dá-a o escritor e historiador Nikolai Gogol em sua novela inacabada “Almas morridas”. O autor indica que a balalaica foi criada por camponeses a partir de uma calabaza. Se se cuartea uma calabaza, esta adopta uma forma de balalaica.
3- Com anterioridad ao Zar Pedro o Grande, os instrumentos não estavam permitidos na Rússia. Quando Pedro os permitiu, só os construtores de barcos sabiam trabalhar com madeira. A forma da balalaica assemelha-se em parte à proa de um barco, se sustenta-se horizontalmente.
No final do século XIX, um nobre russo, Vassily Vassilievich Andreyev, empreendeu um projecto para estandardizar a balalaica para seu uso na orquestra. Andreyev, e o fabricante Nalimov de muebles, desenvolveram os tamanhos múltiplos da balalaika que hoje existem. Adaptou muitas canções e melodias populares russas tradicionais para orquestra, e também compôs numerosas obras de colheita própria.

0 comentários:

Postar um comentário

assine o feed

siga no Twitter

Postagens

acompanhe

Comentários

comente também

Widget Códigos Blog modificado por Dicas Blogger

SEGUIDORES

 
Licença Creative Commons
This work by Alexandre A. Silva is licensed under a Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 Unported License.
Permissions beyond the scope of this license may be available at http://naclave.wordpress.com/.