quinta-feira, 10 de junho de 2010

Instrumentos - BERIMBAU DE PEITO

O hungu é um instrumento de corda, de origem angolana, tendo-se espalhado por toda a África e sendo conhecido, na sua maioria, pelo mesmo nome. Em Angola, também é conhecido por m'bolumbumba e é utilizado entre os Kimbundu, Ovambo, Nyaneka, Humbi e Khoisan[1]. Este instrumento foi levado pelos escravos angolanos para o Brasil, onde tem o nome de berimbau e serve para acompanhar uma dança acrobática chamada capoeira.
No Brasil também é conhecido por urucungo, urucurgo, orucungo, oricungo, uricungo, rucungo, ricungo, berimbau metalizado, gobo, marimbau, bucumbumba, bucumbunga, gunga, macungo, matungo, mutungo, aricongo, arco musical e rucumbo. Em Portugal, tem o nome de berimbau de peito e no sul de Moçambique tem o nome de xitende.

Descrição

É constituído por uma vara em arco, de madeira ou verga, com um comprimento aproximado de 1,50m a 1,70m e um fio de aço (arame) preso nas extremidades da vara. Na sua base é amarrada uma cabaçacom o fundo cortado que funciona como caixa de ressonância. O tocador de Hungo usa a mão esquerda para sustentar o conjunto e pratica um movimentos de vai e vem contra o ventre, utilizando uma pedra ou uma moeda (dobrão), para pressionar o fio. A mão direita, com uma varinha, percute a corda.

Origens

Estima-se que o arco musical tenha surgido por volta de 1500 A.C., e instrumentos derivados do arco foram encontrados nas mais diversas regiões do mundo, Novo México, Patagonia, África e estiveram presentes nas mais variadas civilizações, entre elas a egípcia, fenícia, hindu, persa, assíria. Porém há registos do hungu da forma que conhecemos, desde os tempos primitivos, em Angola[2]. De lá ele foi trazido ao Brasil pelos escravos africanos.

Na Capoeira

Caxixi, Moeda e Vareta
 
O Berimbau é um elemento fundamental na capoeira, sendo reverenciado pelos capoeiristas antes de iniciarem um jogo. Alguns o consideram um instrumento sagrado. Ele comanda a roda de capoeira, dita o ritmo e o estilo de jogo. As variações dos toques (ritmos) do berimbau são inúmeras, entre elas:

A técnica do berimbau na capoeira 

Segura-se o Berimbau com uma das mãos, à altura da cabaça; com a mesma mão, segura-se a moeda ou uma pedra de areia lavada que, durante o toque do instrumento, será, várias vezes, pressionada contra o arame, de forma a modificar o tom do Berimbau. A cabaça posiciona-se à altura do abdome do tocador, pois este modifica-lhe o som, quando aproxima ou afasta a cabaça de seu corpo. Com a vareta na outra mão, executam-se as batidas no arame; e, na mesma mão da vareta, o tocador segura o Caxixi, de forma a preencher o som da batida da vareta com o som do Caxixi: uma espécie de chocalho.

Curiosidades

Debret - Joueur d'Uruncungo
 
  • Considerado um dos maiores percussionistas do planeta Naná Vasconcelos especializou-se em instrumentos brasileiros, em especial o berimbau, inclusive expandindo a sua técnica.
  • Preservado na Bahia até o presente, o berimbau sempre foi um souvenir típico do Estado, vendido aos turistas muito mais como adorno que como instrumento - colorido e enfeitado, bem diferente daquele que os capoeiristas utilizam.

Mídia

Gnome-mime-audio-openclipart.svg
Toque de angola no berimbau
Mais...


Problemas para escutar este arquivo? Veja introdução à mídia.


1 comentários:

sao muito interessantes os dois artigos sobre berimbau de peito e berimbau de boca. So' conhecia o berimbau de peito, pois ha' um ano comecei a praticar capoeira. Acho que vou aprofundar as pesquisas sobre berimbau de boca, pois nunca ouvi o som deste instrumento ao vivo!

Postar um comentário

assine o feed

siga no Twitter

Postagens

acompanhe

Comentários

comente também

Widget Códigos Blog modificado por Dicas Blogger

SEGUIDORES

 
Licença Creative Commons
This work by Alexandre A. Silva is licensed under a Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 Unported License.
Permissions beyond the scope of this license may be available at http://naclave.wordpress.com/.