segunda-feira, 15 de novembro de 2010

O som de cristal de Marco Pereira

Gravado em São Paulo em junho do ano passado, o CD reúne 11 choros de compositores do naipe de Radamés Gnattali, Nelson Cavaquinho e Amâncio Cardoso, Pixinguinha e Benedito Lacerda, Jacob do Bandolim, Waldir Azevedo, K-Ximbinho, Paulinho da Viola e Fernando Costa. Marco Pereira assina três faixas: “Choros em si menor”, “Choros em dó menor” e “Choro em mi menor”.

Manter qualidade sonora do violão sem perder a essência do ritmo brasileiro foi o objetivo de Marco Pereira ao produzir o novo trabalho. Por isso a escolha do título Cristal, que remete à sonoridade do violão, ao som limpo e claro.

Todas as faixas do álbum foram gravadas com um violão que acompanha o músico há muitos anos. Ele tinha 23 anos quando foi para a Europa numa viagem aventureira, naquele estilo mochila nas costas. Na Alemanha comprou um violão usado que precisava de reparos. Marco Pereira foi atrás, então, de um luthier que o aconselhou: "A única solução é fazer um violão novo". Foram seis semanas morando na casa do luthier, que se tornou amigo de Marco e confeccionou seu inseparável violão.

Cristal é uma homenagem ao choro-canção e ao samba-choro. O violonista explica que o choro-canção é uma modalidade lenta, lírica, que vem da tradição do choro, com as danças europeias. Já o samba-choro, que teve como pioneiro o compositor Pixinguinha, já é a mistura com os componentes africanos. "O Pixinguinha, além de frequentar os chorões, também pertencia ao ambiente negro do samba tradicional carioca", conta Marco Pereira.

Ouça a entrevista de Marco Pereira a Alexandre Ingrevallo.

0 comentários:

Postar um comentário

assine o feed

siga no Twitter

Postagens

acompanhe

Comentários

comente também

Widget Códigos Blog modificado por Dicas Blogger

SEGUIDORES

 
Licença Creative Commons
This work by Alexandre A. Silva is licensed under a Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 Unported License.
Permissions beyond the scope of this license may be available at http://naclave.wordpress.com/.