quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

PORTO MUSICAL


O Recife parece funcionar como a metáfora perfeita para o próprio Porto Musical. Assim como o evento trata de criar conexões, a capital de Pernambuco tem nas pontes que ligam várias etapas da cidade uma de suas principais imagens associadas, tanto por quem mora quanto por quem a visita. Sua área urbana, a quarta maior do país, se estende até 14 municípios. É um dos principais destinos turísticos do Brasil, seja para quem vem só fazer negócios ou aproveitar a cultura e cenário natural.
A cidade é referência na música brasileira contemporânea. Foi onde surgiu o último grande movimento da Música Popular Brasileira, introduzido nos versos de Chico Science e Nação Zumbi e da Mundo Livre S/A. Surgia em meados na década de 1990 o Manguebeat, abrindo visibilidade para tantos outros artistas pernambucanos: Lenine, Siba e a Fuloresta, Cordel do Fogo Encantado, Mombojó, Bonsucesso Sambaclube, Eddie, entre outros. Nomes que deram fama a uma população de cerca 1,5 milhão de pessoas que já parecem nascer com um acorde na cabeça e um instrumento na mão. É tanta produção sonora, que a agenda do Recife se divide em ciclos de festivais e festas abertas ao público.
O Porto Musical já apresentou aos seus conferencistas, músicos, imprensa e público, nas edições de 2005,2006 e 2007, o estonteante Carnaval do Recife - uma das mais expressivas e criativas festas populares do país. A última edição, em 2009, aconteceu no mês de junho, quando em Pernambuco são comemorados os santos Santo Antônio, São Pedro e São João, no chamado ciclo junino. Uma festa tradicional, que é animada ao som de ritmos originais como o forró, baião, xaxado, ciranda e coco de roda.
Na 5ª edição, em 2011, o Porto Musical volta ao mês de origem, fevereiro, duas semanas antes do Carnaval, período em que as ruas do Recife se transformam num imenso celeiro musical, com mais de 400 shows, a maioria promovida pela prefeitura da cidade, no curto período de dez dias. Nesta época, milhares de visitantes tomam conta da cidade para ver de perto manifestações singulares e bem pernambucanas, como o frevo, maracatu, caboclinhos entre outras, tudo misturado a diversos estilos musicais do país, fazendo do carnaval do Recife uma das mais famosas e animadas festas de rua do Brasil.
Assim , o Porto Musical promove mais uma vez a famosa conexão entre a cultura de raiz e debates sobre o futuro da produção e consumo da música. Um de seus cartões postais, o Bairro do Recife, vira o centro de toda a programação, onde acontecem as conferências e showcases. Um roteiro circular, para ser feito a pé, que parte do Marco Zero da cidade, com vista para o mar. De lá, quem segue pela antiga Rua do Bom Jesus, onde está a primeira Sinagoga da América, descobre um pouco da história do Brasil. Um antigo bairro que já foi cenário de importantes batalhas do país. Reverência à história, que se depara com o mundo contemporâneo ao chegar na Rua da Moeda, onde recentemente foi construída uma estátua em homenagem a Chico Science. Uma cidade com ‘antenas’ fincadas na lama de seus manguezais.


0 comentários:

Postar um comentário

assine o feed

siga no Twitter

Postagens

acompanhe

Comentários

comente também

Widget Códigos Blog modificado por Dicas Blogger

SEGUIDORES

 
Licença Creative Commons
This work by Alexandre A. Silva is licensed under a Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 Unported License.
Permissions beyond the scope of this license may be available at http://naclave.wordpress.com/.